O objetivo desse artigo é fomentar uma reflexão sobre o significado dos Descritores de Matemática da Prova Brasil. Em particular, tratamos sobre os descritores pertinentes ao Tema I – Espaço e Forma.

Nesse artigo, chamo a atenção de todos os profissionais que atuam em sala de aula sobre a necessidade de um trabalho anterior à resolução dos problemas relacionados aos conteúdos abarcados pelos descritores da Prova Brasil. Em nosso entendimento, a mera aplicação de exercícios e simulados com o objetivo de treinar os alunos para o exame de Matemática da Prova Brasil não é suficiente para se obter um bom resultado no exame.

Por outro lado, considero muito importante o professor consultar os bancos de questões publicados em sites. A disponibilização das questões em blogs e sites (questões separadas por descritor) facilitam o trabalho do professor que as utiliza como fontes de pesquisas e montagem de atividades. Porém, reafirmo que as mesmas podem ser utilizadas para nortear os trabalhos durante o bimestre e não somente para montagem de provas finais. Como exemplo desses bancos de questões, citamos o trabalho do professor Warles que utilizamos como referência e recomendo que visitem em https://profwarles.blogspot.com.br/.

Com foco na resolução de problemas, na prova Brasil de Matemática são avaliadas habilidades e competências definidas em unidades chamadas descritores, agrupadas em temas que compõem a Matriz de Referência dessa disciplina. E o descritor é o elemento que possibilita explorar significativamente as ideias e conteúdos relativos aos temas potencializando o desenvolvimento de competências e habilidades pelo educando.

Na Prova Brasil, a elaboração do exame bem como a aferição dos resultados obtidos pelos alunos, está baseada em uma matriz de referência construída com o objetivo de explorar uma ampla variedade de ideias e conteúdos considerados fundamentais em Matemática.

Por esse motivo, no que concerne ao exame de Matemática, deve ser observado que as questões evoluem quanto à complexidade, tanto em conteúdo quanto em raciocínio. Dessa forma, volto a dizer que a implementação de exercícios em sala de aula sem a priorização de um trabalho prévio sobre os conteúdos e raciocínios envolvidos nas questões não favorece um aprendizado significativo.

Descritores de Matemática: Conteúdos e Habilidades

Por exemplo, relativo ao tema Espaço e Forma, o descritor:

D2 – Identificar propriedades comuns e diferenças entre poliedros e corpos redondos, relacionando figuras tridimensionais com suas planificações.

Sugere que o professor faça todo um trabalho em sala de aula que favoreça o aprendizado sobre poliedros: quanto a nomenclatura, propriedades, promoção de situações que permita aos alunos diferenciarem de corpos redondos (não poliedros) dos poliedros, relacionar propriedades, etc.

Portanto, ao professor que deseja elaborar as atividades com base nos descritores de Matemática,  recomendamos que explore, de modo significativo, conceitos, procedimentos e habilidades matemáticas consideradas básicas.

Espaço e Forma

A visão geométrica espacial é fundamental em várias situações do cotidiano, nas ciências, nas artes ou diferentes áreas técnicas especializadas. Esta modalidade de pensamento constitui um modo específico de pensar em Matemática e seu desenvolvimento pelos educandos durante a idade escolar contribui, significativamente, para o aprendizado matemático como um todo.

Esse tema trata da necessidade do desenvolvimento de habilidades pelo educando que o possibilitem: reconhecer, por visualização, características de figuras geométricas, interpretar relações entre objetos no espaço e estimar medidas de áreas e volumes sem medição direta, antecipar resultados de transformações de figuras planas e objetos espaciais, produzir e interpretar representações planas de objetos espaciais, plantas ou mapas e aprimoramento de noções como escala ou proporções, etc.

Ao fim do 5º ano do Ensino Fundamental I, por exemplo, espera-se que o aluno evolua quanto às concepções ingênuas que possui sobre o espaço ao seu redor em direção a uma compreensão sistemática do tema. De modo sucinto, os Descritores do Tema “Espaço e Forma”, e os conteúdos a eles pertinentes são:

D1 – Identificar a localização /movimentação de objeto em mapas, croquis e outras representações gráficas.

a) Conteúdo: Localizar um ponto ou objeto no plano, a partir de duas coordenadas ou duas ou mais    referências.

 

 

b) Conteúdo: Interpretar a movimentação de um objeto, observando o referencial adotado e os conceitos de horizontal, vertical, giro, etc.

D2 – Identificar propriedades comuns e diferenças entre poliedros e corpos redondos, relacionando figuras tridimensionais com suas planificações.

a) Conteúdo: Reconhecer a planificação de uma pirâmide, diferenciando-a de planificações de outros sólidos geométricos

b) Conteúdo: Reconhecer a planificação de um cubo, diferenciando-a de planificações de outros sólidos geométricos

c) Conteúdo: Reconhecer a planificação de uma figura cilíndrica, diferenciando da planificação de outros poliedros

D3 – Identificar propriedades comuns e diferenças entre figuras bidimensionais pelo número de lados, pelos tipos de ângulos.

 

a) Conteúdo: Reconhecer visualmente retângulos, diferenciando-os de outros quadriláteros

b) Conteúdo: Reconhecer uma linha paralela a outra dada como referência. Como ruas paralelas em um mapa ou os lados paralelos de um trapézio expressos em forma de segmentos de retas

1)      A figura a seguir representa um trecho do mapa de um bairro. Se a praça central tem a forma de um retângulo, então a rua T é paralela à rua

 

2)     (Projeto conseguir – DC). Gabriel ganhou uma quadra de futebol de botão no seu aniversário. Podemos afirmar que esse objeto tem:

c) Conteúdo: Reconhecer quadrados e retângulos como os quadriláteros que possui lados perpendiculares e lados opostos paralelos de mesma medida.

(Prova Brasil). A face superior das peças de um jogo de dominó tem formato de um quadrilátero. Qual o quadrilátero que melhor caracteriza a face superior da peça de um jogo de dominó?

1)      (Projeto conseguir – DC). Uma fábrica produz espelhos de vários formatos. Observe algumas peças:

D4 – Identificar quadriláteros observando as relações entre seus lados (paralelos, congruentes, perpendiculares).

 

a) Conteúdo: Reconhecer e identificar os diversos polígonos presentes em um mosaico composto por diversas figuras com diferentes formatos geométricos;

D5 – Reconhecer a conservação ou modificação de medidas dos lados, do perímetro, da área em ampliação e /ou redução de figuras poligonais usando malhas quadriculadas.

 

a) Conteúdo: Trabalhar com ampliação e redução de áreas e perímetros de figuras planas, utilizando malhas quadriculadas

Outros conteúdos podem ser trabalhados em sala de aula e que concorrem para o desenvolvimento de habilidades constantes nos descritores. Por exemplo:

1)      Relacionar que a quantidade de ângulos internos de um polígono é igual ao número de lados do mesmo;

2)      Utilizar nomenclatura pertinente para identificar figuras geométricas elementares, como o quadrado, o triângulo ou o círculo;

3)      Reconhecer objetos com a forma esférica, diferenciando-os dos polígonos por exemplo.

Baixe já as apresentações com os Descritores de Matemática e os Níveis de Proficiência da Prova Brasil

You have Successfully Subscribed!

Share This